Tratamento de efluentes

Pensamos nas melhores soluções para otimização de diversos tipos de estação de tratamento.

 

Temos um e-book gratuito para você e é só se cadastrar ao lado!

    POR QUE FAZER O TRATAMENTO DE EFLUENTES?

    1. Os efluentes podem proporcionar oportunidades de melhorias em sua produção;
    2. Muitos resíduos podem sem prejudicais para o meio em que são descartados, o que prejudica o meio ambiente, podendo gerar multas ou embargos a empresa; 
    3. Com o tratamento de efluentes, a água contaminada deixa de ser encaminhada in natura para os rios. Isso faz com que o efluente tratado seja destinado adequadamente e a poluição nos cursos d’água diminua, o que melhora as condições das águas das cidades;
    4. É gerada uma economia com a reutilização da água. O recurso potável é muito caro para o uso industrial e a água de menor qualidade faz com que as companhias gastem menos;
    5. O Tratamento reduz a captação. Se a indústria reutiliza a água, vai captar menos, pois já tem o suficiente para o consumo produtivo. Dessa forma, a indústria colabora para a manutenção das reservas naturais;
    6. Aumenta a parcela do recurso para o consumo humano. Com uma parte menor destinada à indústria, cresce a porcentagem que é reservada para o uso doméstico;

    Benefícios

    • Adequação às normas legislativas;
    • Otimização operacional com previsibilidade e redução de custos;
    • Transmite uma imagem sustentável ao empreendimento, cuja ação é cada vez mais estimada e elogiada pelos clientes e fornecedores (Branding);
    • Preservação do meio ambiente e responsabilidade ambiental;

    leis

    • Lei n.° 9.433/97 – Política Nacional de Recursos Hídricos;
    • CONAMA 357 – Classificação dos corpos de água;
    • Artigo 18 – Define os parâmetros de lançamento de efluentes;
    • Artigo 19A – Define as condições de lançamentos de efluentes, como: pH, temperatura, materiais sedimentáveis, entre outros;  
    PEÇA SEU E-BOOK GRATUITO!